segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Festa de Santa Luzia em Rafael Fernandes: Misericórdia e paz ...Novo céu e nova terra!

E nas lutas da vida presente, dai-nos força alento e ardor.!

Neste domingo (13), a cidade de Rafael Fernandes no Alto Oeste Potiguar, celebrou mais uma vez com muita fé e devoção o dia de sua padroeira Santa Luzia. Desde a sua fundação a história de fé e devoção de seus moradores teve papel importante no desenvolvimento social e religioso do município.

Nesse dia 13 de dezembro o município recebeu a visita de milhares de devotos(a) que vieram agradecer e também fazer novos pedidos a santa considerada protetora dos olhos.

Segue algumas fotos relacionadas às noites de novena e a procissão de Santa Luzia 2015.











segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Em proveito próprio, Cunha manobra para adiar comissão de impeachment.

Para atrapalhar o andamento das investigações contra ele, o presidente da Câmara manobra o calendário de um tema que paralisa o Brasil.

Ainda controlador da caneta na Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha deu mais uma demonstração de pretender transformar o processo de impeachment em uma longa agonia para a presidenta Dilma Rousseff e em uma “rota de fuga” no seu caso.

Depois de alongar o prazo para a indicação dos 65 integrantes da comissão especial que irá avaliar o pedido de impeachment assinado pelos advogados Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr., Cunha adiou para terça-feira 8 a sua instalação.

Por coincidência, a primeira sessão será no mesmo horário do início da reunião da Comissão de Ética que está prestes a acatar a abertura de um processo por quebra de decoro contra o peemedebistaPara atrapalhar o andamento das investigações contra ele, o presidente da Câmara manobra o calendário de um tema sensível, que paralisa o Brasil neste momento.

Diante da notícia, os líderes do governo, José Guimarães (PT-CE); do PMDB, Leonardo Picciani (RJ); e do PCdoB, Jandira Feghali (RJ), criticaram a decisão de Cunha que, segundo eles, se juntou com a oposição e quebrou acordo de que a lista de integrantes seria montada por consenso.

Já para Jandira Feghali, essa decisão quebra o acordo sobre as indicações e vai inviabilizar a votação da representação contra o presidente da Câmara no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.

Segundo Picciani, a possível lista paralela de integrantes a ser anunciada pela oposição pode inviabilizar a instalação da comissão especial sobre o impeachment. “Essa manobra tem consequências mais graves. Pode fazer com que a comissão não se instale. Pode ser que uma chapa seja eleita e, depois, indefinidamente, recuse as indicações da outra chapa.”


Comentário: E há quem considere legítimo todo esse processo. Sinceramente eu não sei porque o Procurador Geral da República ainda não pediu, ao STF,  a saída desse Eduardo Cunha da Presidência da Câmara. Quando lhe convém ele cumpre o combinado, se não lhe convém ele muda a qualquer tempo e a qualquer hora. E imaginar que um individuo corrupto como esse está na terceira linha sucessória da Presidência da República.

domingo, 6 de dezembro de 2015

Ciro Gomes diz que Temer é “Capitão do Golpe” e anuncia: “Se ele assumir quem entra com impeachment sou eu”.

O político Ciro Gomes foi o convidado do "Mariana Godoy Entrevista" dessa sexta-feira (4). O político fez duras críticas ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e ao vice-presidente do Brasil Michel Temer, a quem classificou como "capitão do golpe" contra a presidente Dilma Rousseff.

"Ele jamais poderia ter sido eleito", disse Ciro Gomes sobre o presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Ciro contou que já havia denunciado Cunha antes, o chamando de "ladrão" na Câmara, e foi processado por disso e, posteriormente, absolvido. "E quero lembrar uma coisa: ele chamou como testemunha dele o Michel Temer", disse o ex-ministro.

O político disse que o povo tem "que fazer o esforço de separar o joio do trigo" quando falou a respeito da 'má fama' da política no cenário atual. "Democracia é um regime de conquista, de cidadania, você não pode ser leviano, tem que fazer um esforço na hora de votar", afirmou. Classificou o atual pedido de impeachment como "um golpe puro e simples".

O politico disse, ainda, que acredita que Dilma Rousseff é uma pessoa "honrada" e afirmou que "impeachment não é remédio para um governo ruim". "Ele [Cunha] viu nessa possibilidade de derrubar a Dilma a chance de salvar o mandato dele". "Se não fosse a tragédia, eu diria 'bem feito'. Cansei de dizer pro Lula, pra Dilma, pros meus companheiros, que não é responsável colocar o PMDB na linha de sucessão".

Ciro garantiu que Michel Temer seria "o capitão do golpe" e que Temer não será presidente: "Se ele assumir, no primeiro dia quem vai entrar com pedido de impeachment sou eu, tenho em mãos vários decretos que ele assinou quando assumiu a presidência interinamente”.

Veja a entrevista na íntegra através do link https://www.youtube.com/watch?v=AAPv3LuYcoE

 
Cosme Júnior